Segmento de Atuação

Infra-estrutura de Transportes

A Colares Linhares constrói para encurtar distâncias, facilitar acessos e para que novas relações humanas e de negócios aconteçam, proporcionando mais qualidade de vida para as pessoas que circulam ou vivem nas regiões de sua atuação. De obras de saneamento à construção de viadutos e pontes, a alta tecnicidade e qualidade empregadas em suas construções conduzem a empresa a projetos cada vez mais desafiadores.

Conservação de Rodovias

Atendendo ao DER-RJ, a Colares Linhares é responsável pela conservação de boa parte das estradas estaduais na região serrana do Rio de Janeiro, uma malha em torno de 1.000 km de rodovias.

Para manter a boa trafegabilidade das estradas e resguardar a segurança dos motoristas, são feitos serviços de capina e roçada, pavimentação asfáltica, retirada de barreiras, recomposição de erosões, contenção de encostas, serviços de tapaburacos e sinalização horizontal e vertical.

Contenção de Encostas

A Colares Linhares já executou diversas obras de contenção de encostas e de recomposição de erosões. Em 2009 a empresa participou de importante obra para a recuperação da RJ-146, via de ligação entre o pólo cimenteiro da região serrana fluminense, em Cantagalo, e o pólo petroquímico de Macaé.

Pavimentação e Implantação de Rodovias

No rol de obras executadas, destacam-se a Pavimentação das rodovias RJ-143 que liga Conservatória à Esteves e da RJ 137 que liga Conservatória à Santa Isabel, ambas no sul Fluminense, totalizando cerca de 50 Km de vias, com mudanças de traçado, alargamento de plataforma e implantação de acostamentos, tornando-as mais seguras e confortáveis aos usuários.

A Colares Linhares é responsável pela implantação de um projeto pioneiro no ramo da Pavimentacão no Brasil que é a restauração de 35 km da RJ – 122 entre Cachoeiras do Macacu e Guapimirim, utilizando o Asfalto Borracha "in situ field blend". Esta tecnologia caracteriza-se pela utilização de asfalto modificado pela adição de borracha moída de pneus inservíveis, que melhora em muito as propriedades e desempenho do revestimento asfáltico, aumentando cerca de 60% da vida útil do pavimento, trazendo economia e sustentabilidade para as rodovias brasileiras. Foi necessária a implantação da 1ª Usina de Fabricação de Asfalto Borracha na própria RJ-122, para atender as condicionantes técnicas exigidas no processo de usinagem e de aplicação da massa asfáltica. É importante ressaltar que somente nestes 35 km de estrada, serão utilizados cerca de 420 mil pneus reciclados.

Obras de Artes Especiais

A Colares Linhares também participou de um dos maiores projetos que o Esporte já promoveu no Brasil, estando à frente da construção de uma ponte sobre o Arroio Fundo, localizado na Vila Pan-americana da Barra da Tijuca (RJ). Com um planejamento logístico arrojado, a obra contou com cravação de estacas utilizando a técnica de "cantitraveler" e lançamento de vigas por meio de guindastes sobre balsas.

A Colares Linhares também executou com excelência obras de viadutos e galerias especiais. Em São Paulo, construiu o viaduto Thereza C. G. de Luca, que fica sobre a SP-75, em Sorocaba. Já na SP-280, em Barueri, construiu uma passagem inferior para veiculos sob a Rodovia Castelo Branco, permitindo o acesso às marginais da Rodovia.

Construtora Colares Linhares - Todos os Direitos Reservados


Rua da Ajuda n° 35/1401 – Centro, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 20040-000 - Telefone: 55 21 3974-2250